COMO CONTRATAR UM MÁGICO

COMO CONTRATAR UM MÁGICO.



Quando se fala em mágico boa parte das pessoas ainda imagina aquele homem de fraque e colete brilhantes, com uma cartola na cabeça e coelhos e pombos em volta dele. Mas esse é apenas um, e com certeza o mais tradicional, dentre os vários tipos de mágico mais adequado. E é preciso que o contratante saiba as características especificas dos diversos profissionais para que a participação do mágico não acabe se tornando uma decepção. Para festas infantis, o ideal mesmo é contratar o mágico tradicional ou palhaço mágico uma vez que seu visual brilhante e seu equipamento rico em cores, (além dos 

coelhos e pombos) desperto e encanta o imaginário das crianças. 

Mas é bom que se diga, mesmo entre os mágicos tradicionais existem os especializados em apresentações para crianças e os mais clássicos. Vale à pena verificar esse detalhe antes de contratar um profissional. Quando a idéia é entreter adultos, o ideal é a contratação de um mágico de close-up (mágico de proximidade). Esses profissionais atuam por traz de uma mesa, ficando o público muito próximo, podendo testemunhar verdadeiros milagres a centímetros dos olhos. Outro jeito de entreter os adultos, só que de uma forma mais descontraída, é a contratação de um mágico walk around (mágica de proximidade em movimento). Esses profissionais se apresentam de forma informal em eventos e festas onde uma parada para assistir um show é inválida. A força de seus efeitos é a mesma do close-up, com a vantagem de ser assistida em pequenos grupos e quando esses grupos desejarem. Atenção, muitas pessoas cometem o erro de contratar um mágico de close-up imaginando que a criançada ira se divertiu também. Na maioria das vezes isso não acontece. Os números e close-up, bem como uma forma de apresentação são desenvolvidos para entreter o publico adulto. São efeitos mais elaborados, menos coloridos e que exploram reações que não estimulam as crianças. É muito comum uma criança assistir um ou dois

efeitos de mágico de close-up em um restaurante ou na televisão e pedir para que os pais contratem.Um profissional sério explicaria a situação e não aceitaria acontratação. Mas talvez outros gananciosos não se preocupar se iriam agradar ou não, e acabariam se tornando uma decepção para as crianças no evento, e também para os pais. É muito importante também dizer que existem sim mágicos de close-up plenamente capacitados a se apresentarem para o público infantil. Mais cabe uma vez ao contratante checar cuidadosamente essa informação. Pode-se também verificar se determinado mágico é capaz de apresentar um show com tema especifico, tal como pôquer, halloween, despedida de solteiro, entre outros. Portanto, para garantir que o mágico possa ser a grande atração de sua festa ou evento, escolha criteriosamente. Indicações de pessoas que já viram a atuação do profissional é uma forma geralmente confiável de escolha, lembrando-se sempre que o mágico em questão, mesmo tendo sido indicado, deve ter o perfil adequado a sua festa ou evento. Lembre se que a colaboração do publico é muito importante, assim tornando uma experiência inesquecível e garantida a sua festa.

REPORTAGEM TIRADA: REVISTA: MÁGICA E OUTRAS ATRAÇÕES. 

pag.14. Ano 1-n1- Março de 2009